faleconosco@crt03.gov.br

fiscalizacao@crt03.gov.br

Generic selectors
Somente correspondência exata
Buscar nos títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Search in posts
Search in pages

Técnicos em Cervejaria: da matéria-prima à comercialização

  • 10 de abril de 2024

Profissionais da modalidade combinam conhecimentos de áreas como química, biotecnologia, alimentos e bebidas e física para o exercício profissional em empresas que vão desde pequenas produtoras artesanais a multinacionais da indústria da cerveja.

Coordenar, supervisionar e executar atividades no ramo da produção de cervejas. Essas são algumas das atribuições dos técnicos industriais em Cervejaria, modalidade do eixo de Produção de Alimentos cujos profissionais combinam conhecimentos de áreas como química, biotecnologia, alimentos e bebidas e física no exercício profissional, que pode ocorrer em grandes empresas fabricantes de cerveja ou até mesmo na produção artesanal.

A modalidade ganhou recentemente uma resolução do CFT, a Resolução n.º 259/2024, publicada no Diário Oficial da União (DOU) em 5 de abril, estabelece atribuições, prerrogativas e campos de atuação para os profissionais. 

O presidente do CFT, Solomar Rockembach, enfatiza que o profissional da modalidade pode assumir responsabilidade por estudos, serviços e projetos, como é o caso dos laudos técnicos e vistorias em cervejarias, por meio da emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT).  

Formação

Entre os 17 cursos da modalidade atualmente cadastrados no Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec) do Ministério da Educação (MEC) está o do Instituto Federal Catarinense (IFC) no campus Brusque, cidade localizada a 70 quilômetros da capital. 

Segundo a coordenadora, Tatiane Coutinho, o curso criado em 2019 é gratuito e certificado pelo MEC, e conta com um currículo com duração de dois anos e 1.200 horas de aula, sendo 40% de atividades práticas, incluindo visitas técnicas em cervejarias de Brusque e região, maltearias e plantação de lúpulo. Coutinho destaca ainda a excelência da formação do corpo docente, que inclui doutores em áreas como Biotecnologia, Física e Gastronomia.

“Nossos alunos saem aptos tanto para trabalhar em pequenas e grandes cervejarias como para formar sua cervejaria”, afirma a coordenadora, que também enfatiza as crescentes oportunidades de trabalho na região. Segundo dados do Anuário da Cerveja do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), publicado em 2023, Santa Catarina é o estado com maior número de cervejarias por habitante em todo o Brasil.

Atribuições

Dentre as atribuições destacadas na normativa estão a coordenação e supervisão de atividades de fabricação de cerveja, a realização de análises químicas, físicas, biológicas e sensoriais, e a planejar e executar o comércio de cervejas, que destacam o caráter abrangente do exercício profissional, que vai desde a escolha e análise da matéria-prima à comercialização.

A proposta, aprovada durante a 36ª Sessão Plenária Ordinária do CFT, foi elaborada pela Comissão de Educação e Exercício Profissional (CEEP) do CFT, integrada por conselheiros federais: o coordenador Ary Maia (PA), coordenador adjunto Valdeon Bueno (GO) e o membro titular Félix Carneiro (MA), assim como os membros suplentes .Vicente Cardoso (RJ) e Francisco Almeida (RN).

Fonte: Portal do CFT

Últimas notícias

Mais uma nomeada do Processo Seletivo 01/2022 do CRT-03

Aprovada no Processo Seletivo – Edital nº 01/2022 e nomeada nesta segunda-feira (20/05) para exercer o cargo efetivo de Técnico Administrativo, na sede do Conselho…
Ler mais...

Fiscalização educativa do CRT-03 chega ao agreste e sertão de Pernambuco

De 14 a 17 de maio, duas equipes de fiscalização do Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 3ª Região (CRT-03) realizaram ações educativas no agreste…
Ler mais...

Posse dos Novos Concursados no CRT-03

Nesta segunda-feira, 13 de maio, às 16h, ocorreu a cerimônia de posse de dois novos servidores concursados no Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 3ª…
Ler mais...

Técnicos em Cervejaria: da matéria-prima à comercialização

  • 10 de abril de 2024

Profissionais da modalidade combinam conhecimentos de áreas como química, biotecnologia, alimentos e bebidas e física para o exercício profissional em empresas que vão desde pequenas produtoras artesanais a multinacionais da indústria da cerveja.

Coordenar, supervisionar e executar atividades no ramo da produção de cervejas. Essas são algumas das atribuições dos técnicos industriais em Cervejaria, modalidade do eixo de Produção de Alimentos cujos profissionais combinam conhecimentos de áreas como química, biotecnologia, alimentos e bebidas e física no exercício profissional, que pode ocorrer em grandes empresas fabricantes de cerveja ou até mesmo na produção artesanal.

A modalidade ganhou recentemente uma resolução do CFT, a Resolução n.º 259/2024, publicada no Diário Oficial da União (DOU) em 5 de abril, estabelece atribuições, prerrogativas e campos de atuação para os profissionais. 

O presidente do CFT, Solomar Rockembach, enfatiza que o profissional da modalidade pode assumir responsabilidade por estudos, serviços e projetos, como é o caso dos laudos técnicos e vistorias em cervejarias, por meio da emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT).  

Formação

Entre os 17 cursos da modalidade atualmente cadastrados no Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec) do Ministério da Educação (MEC) está o do Instituto Federal Catarinense (IFC) no campus Brusque, cidade localizada a 70 quilômetros da capital. 

Segundo a coordenadora, Tatiane Coutinho, o curso criado em 2019 é gratuito e certificado pelo MEC, e conta com um currículo com duração de dois anos e 1.200 horas de aula, sendo 40% de atividades práticas, incluindo visitas técnicas em cervejarias de Brusque e região, maltearias e plantação de lúpulo. Coutinho destaca ainda a excelência da formação do corpo docente, que inclui doutores em áreas como Biotecnologia, Física e Gastronomia.

“Nossos alunos saem aptos tanto para trabalhar em pequenas e grandes cervejarias como para formar sua cervejaria”, afirma a coordenadora, que também enfatiza as crescentes oportunidades de trabalho na região. Segundo dados do Anuário da Cerveja do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), publicado em 2023, Santa Catarina é o estado com maior número de cervejarias por habitante em todo o Brasil.

Atribuições

Dentre as atribuições destacadas na normativa estão a coordenação e supervisão de atividades de fabricação de cerveja, a realização de análises químicas, físicas, biológicas e sensoriais, e a planejar e executar o comércio de cervejas, que destacam o caráter abrangente do exercício profissional, que vai desde a escolha e análise da matéria-prima à comercialização.

A proposta, aprovada durante a 36ª Sessão Plenária Ordinária do CFT, foi elaborada pela Comissão de Educação e Exercício Profissional (CEEP) do CFT, integrada por conselheiros federais: o coordenador Ary Maia (PA), coordenador adjunto Valdeon Bueno (GO) e o membro titular Félix Carneiro (MA), assim como os membros suplentes .Vicente Cardoso (RJ) e Francisco Almeida (RN).

Fonte: Portal do CFT

Últimas notícias

Mais uma nomeada do Processo Seletivo 01/2022 do CRT-03

Aprovada no Processo Seletivo – Edital nº 01/2022 e nomeada nesta segunda-feira (20/05) para exercer o cargo efetivo de Técnico Administrativo, na sede do Conselho…
Ler mais...

Fiscalização educativa do CRT-03 chega ao agreste e sertão de Pernambuco

De 14 a 17 de maio, duas equipes de fiscalização do Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 3ª Região (CRT-03) realizaram ações educativas no agreste…
Ler mais...

Posse dos Novos Concursados no CRT-03

Nesta segunda-feira, 13 de maio, às 16h, ocorreu a cerimônia de posse de dois novos servidores concursados no Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 3ª…
Ler mais...